Quero fazer uma graduação mas não tenho dinheiro: O que fazer?

Fazer uma graduação é o sonho de muitos jovens atualmente, porém, muitas vezes quando estão planejando se dão conta de que a mensalidade não cabe no orçamento. A boa notícia é que hoje em dia a diversas formas de realizar uma graduação sem a necessidade de um desembolso imediato, e algumas até de forma gratuita. Vejas as opções:

FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), é um programa do Governo Federal que oferece financiamento com juros menores do valor parcial ou integral de cursos superiores em instituições privadas. O aluno pode começar a quitar o auxílio apenas no final do curso. O programa propõe várias modalidades de financiamentos que variam de acordo com a renda do candidato.

ProUni

Desenvolvido pelo Ministério da Educação, o programa oferece bolsas de estudo para graduação em instituições privadas. Para poder concorrer a bolsa é preciso tem estudado em escola pública, além de ter participado do último ENEM sem ter zerado a redação. Vale ressaltar que as notas obtidas no exame são primordiais para garantir mais opções de cursos.

Se garantida a bolsa, o aluno poderá usufruir durante todo o curso, sendo interrompido apenas se o estudante não alcançar aprovação de, no mínimo, 75% das disciplinas cursadas.

Educa Mais Brasil

O programa Educa Mais Brasil oferece bolsas de estudo com até 70% de desconto nas mensalidades. Considerando um dos maiores programas de inclusão e com inscrição gratuita, em alguns cursos é possível pagar apenas 30% da mensalidade.

O programa também oferece diversas modalidades de cursos, como pós graduação, idiomas, cursos profissionalizantes e cursos técnicos que além de estarem no Educa Mais Brasil, é possível encontrar algumas vagas PRONATEC, programa que oferece bolsa em cursos técnicos. Para realizar as inscrições PRONATEC  2020 só é preciso ter concluído o Ensino Médio ou estudando em escola pública.

Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é o sistema criado pelo Ministério da Educação possibilita o acesso a vagas em cursos de graduação em instituições públicas. Diferente dos demais programas, o Sisu não oferece bolsas de estudo. O sistema é isento de taxa de inscrição, como também,  o processo seletivo realizado apenas duas vezes ao ano, os candidatos poderão usar a nota do Enem para se inscrever.